Da vida real...

Como saber se o orçamento de uma empreitada de construção civil foi esmagado até ao tutano?



Vejam se encontram na obra um trolha (sim, Mafalda, eu também falo O dialecto) cujo historial clínico inclua AVC ou, eventualmente, paralisia cerebral a chapar massa em cima de uma prancha cuja largura é metade do comprimento do seu pé.

7 Comments:

  1. Diabba said...
    Hummm descreves os escrav... trabalhadores do Inferno, precisas de alguns?

    enxofre
    Alf said...
    Já tenho. Fornecidos por um empreiteiro baratucho...

    Obrigado.

    (com vénia respeitosa)
    Inês said...
    O problema é certas e determinadas empresas terem alvarás sem a mínima fiscalização. A segurança e higiene no trabalho não é apenas uma formalidade, é assente em decretos-lei que têm de ser respeitados... Faltará muito para se perceber que ignorá-los é crime?

    Felizmente Alf, apesar de "estar do lado" do empreiteiro, não sei do que falas...
    Cris... said...
    Xiii...esse é um darf, só pode!
    marta r said...
    Épá, este espaço está um must...
    tcl said...
    wellcome Alf. Olha já li tudo e ainda não encontrei nada para embirrar contigo... tens de te esforçar mais! :-)
    mafalda said...
    trolha é fófinho! =)

    é pena que se continuem a esmagar orçamentos à custa da segurança. mas o mais escandaloso é que não se corta apenas na segurança dos trabalhadores, a segurança dos utilizadores das novas infra-estruturas é igualmente desconsiderada em função do orçamento.

Post a Comment



Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial

Blogger Template by Blogcrowds