Ou as pessoas de Lagos...

... falam uma linguagem esquisita, parente próxima da dos agentes de autoridade, designadamente da GNR, ou aquelas aspas deixam muito a desejar...

A notícia é esta e a frase que me preocupou é a seguinte:

"Apareceram, de imediato, agentes, mas já não foram a tempo de capturar o assaltante pois ao aperceber-se da presença policial, consegui fugir por quintais nas traseiras junto à residência".


Ora, cá na minha terra, isto dito por populares soaria assim:


A bófia demorou tempo p'ra c@r@lho àparecer. Quando chegaram já os filhas das put@s dos ladrões se tinham pirado há muito. Quando deram conta de que a moina estava a chegar fugiram pelos baldios nas traseiras do bairro.

5 Comments:

  1. Tulicreme said...
    ihihihihi =D
    Bad Girl said...
    Sim, as pessoas de Légues falem assim um pedacinho defrénte.
    Nã acredito que eles disserem aquilo assim daquela maneira. Não forem eles, certaménte (eu já vivi lá, acredita no que te digo...).
    Mr.T said...
    Móóóóce! Maj'a Bad já morou em todó lade... Até em Legues? Ah moça marafada!
    Girstie said...
    Ou então era o assaltante a descair-se e a contar a história na primeira pessoa
    Alf said...
    Os ladrões também não falam assim!

    Quem fala assim são os agentes da óturidade.

Post a Comment



Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial

Blogger Template by Blogcrowds